maio 17, 2024 22:37

3 motivos para a sua empresa investir em cibersegurança

cibersegurança

Investir em cibersegurança está se tornando cada vez mais essencial para as empresas de médio e grande porte, mas muitos gestores ainda podem ter dúvidas sobre a necessidade dessas práticas.

O avanço das soluções digitais no mercado operacional e corporativo trouxe uma série de facilidades para as rotinas de trabalho.

No entanto, o uso desses dispositivos também facilitou o aumento de crimes cibernéticos, especialmente quanto ao roubo de informações e ameaças contra empresas virtualmente vulneráveis.

Por isso, é fundamental investir em cibersegurança, e entender, de fato, a importância de práticas de proteção nos sistemas da sua companhia.

3 motivos para a sua empresa investir em cibersegurança

É comum que os gestores não tenham dimensão da importância da cibersegurança para a empresa.

Por esse motivo, vale a pena conhecer alguns motivos para aprimorar a segurança digital dos seus sistemas. Confira os principais:

1. Confidencialidade de informações

Um dos principais riscos para uma empresa desprotegida virtualmente é o vazamento ou roubo de informações confidenciais.

Com isso, além de comprometer o sigilo de dados importantes sobre o funcionamento das suas operações, você também pode estar colocando em risco informações sobre os seus clientes.

Existem diversas formas de ataques virtuais, cada vez mais elaborados, que podem colocar em risco a reputação e a confidencialidade dos dados da empresa.

Além disso, muitos criminosos realizam ataques para romper as barreiras de uma corporação a fim de praticar extorsões ou venda de dados para terceiros.

Assim, ao investir em cibersegurança, é possível dificultar o acesso de pessoas não autorizadas, garantindo uma maior barreira de proteção para o seu banco de dados.

Inclusive, algumas práticas mais simples já podem ser o suficiente para tornar a transmissão de dados mais segura mesmo nas dependências da empresa.

2. Diferencial competitivo

Em uma sociedade cada vez mais conectada, investir em práticas de cibersegurança pode ser um diferencial competitivo para a sua corporação.

Isso porque os clientes também procuram empresas nas quais podem confiar, e buscam aquelas que se diferenciam pelas suas medidas de segurança digital.

Assim, vale a pena ter uma cibersegurança mais aprimorada, além de uma equipe de TI especializada para monitorar e administrar essas estratégias de proteção.

Além disso, aplicar recursos nas suas proteções virtuais também é uma maneira de acompanhar as novas tecnologias, algo fundamental para corporações que desejam estar à frente dos concorrentes.

3. Indisponibilidade

Grandes empresas possuem rotinas e operações que podem demandar um alto volume de transferências de dados cotidianamente.

No entanto, sem uma cibersegurança eficiente, pode existir interrupções nas rotinas, por conta de ataques ou mesmo pela falta de garantias na troca de informações sigilosas internamente, por exemplo.

Com isso, a sua companhia pode vivenciar períodos de indisponibilidade digital, o que prejudica não somente a sua produtividade, como também os resultados e faturamentos.

Desse modo, investir adequadamente em cibersegurança pode evitar momentos onde a sua empresa não estará disponível para as operações, otimizando todo o fluxo de trabalho interno e externo.

Principais ataques cibernéticos

Mesmo entendendo mais sobre os motivos para investir em cibersegurança, é importante que os gestores conheçam os principais ataques cibernéticos que podem acometer a empresa.

Assim, poderão investir nos recursos certos para tornar as rotinas internas e externas mais protegidas.

Phishing

Uma das práticas mais antigas, e mais conhecidas, de crimes cibernéticos é o phishing. 

Eles imitam mensagens oficiais de e-mails ou aplicativos para que o usuário clique em links suspeitos, autorizando a entrada de terceiros no banco de dados.

Diversos portais e órgãos, inclusive, alertam para os perigos do phishing.

Assim, investir na cibersegurança da sua empresa também consiste em barreiras que evitem a chegada dessas mensagens falsificadas, e também conscientizar os colaboradores para não abrir esses conteúdos.

Malware

Enquanto isso, o malware pode ser qualquer parte codificada de um software que tem a intenção de roubar dados, sendo uma ameaça para as corporações.

Podem ser os famosos vírus, que acompanham a instalação de programas suspeitos e tornam as máquinas mais vulneráveis.

Dessa forma, ter uma cibersegurança mais aprimorada é importante para aumentar as barreiras com os malwares, e uma equipe de TI especializada pode evitar instalações suspeitas.

Worms

Ainda, um worm é um programa parecido com os vírus, mas que tem a capacidade de ser auto-replicante, ou seja, criar cópias funcionais de si mesmo e infectar outros computadores.

Para as empresas, os worms são ainda mais perigosos, pois podem diminuir as defesas de um sistema inteiro que esteja interconectado.

Vale a pena investir em cibersegurança?

Após conhecer mais sobre alguns dos primeiros tipos de ataques e os motivos para investir em cibersegurança, é importante que os gestores iniciem essas práticas o quanto antes.

A necessidade de dispositivos digitais já é uma realidade no ambiente corporativo, mas isso não significa que os dados precisam continuar vulneráveis durante o uso da rede.

Nesse caso, investir em cibersegurança é mais do que um diferencial para o mercado, é uma obrigatoriedade para todas as companhias que desejam ter operações mais protegidas e menos chances de roubos dentro do seu sistema.

Posicionada entre as principais fornecedoras de tecnologia da Microsoft no Brasil, a Computécnica é certificada com o selo Gold Partner, que considera sua elevada capacitação técnica nas tecnologias de desenvolvimento e nuvem Azure da Microsoft, além de agregar profissionais altamente capacitados e especializados para desenhar e entregar soluções de acordo com a necessidade de seus clientes. 

Por isso, acreditamos que vale a pena aplicar recursos na sua cibersegurança com empresas que sabem exatamente o que estão fazendo e o perigo cibernético que podem ter que lidar.

O número de ataques de cibersegurança aumenta diariamente ao redor do mundo, bem como aumentam suas complexidades à medida que os cibercriminosos continuam a escalar suas atividades. As pessoas serão impactadas de forma significativa, não importando onde moram. 

É fundamental que haja investimento na força de trabalho de segurança cibernética,a fim de se garanta que pessoas suficientemente preparadas e habilidosas possam impedir esses ataques e proteger o ecossistema digital, mantendo assim as organizações e as pessoas seguras.  

Veja mais

Artigos relacionados