maio 18, 2024 12:59

Automação na nuvem: 3 benefícios da implementação em empresas

automação na nuvem

A automação na nuvem é um processo que beneficia muitas empresas, porque todo negócio que busca aumentar sua competitividade no mercado precisa participar da transformação digital.

O uso de um software de automação em nuvem saiu da era futura e já faz parte do presente.

Implementar esse tipo de sistema gera diferenciais para as organizações que o aderem.

Neste artigo, a Computécnica vai mostrar a definição desse sistema e 3 benefícios que ele proporciona para as empresas

O que é automação na nuvem

Para quem quer otimizar resultados, a automação na nuvem ou cloud computing é uma excelente saída, porque auxilia numa crescente da produtividade em virtude da automação processual.

Um sistema de automação em nuvem se traduz em uma aplicação que funciona diretamente em um servidor remoto, mantido por uma desenvolvedora. O que garante ao usuário, que ao fazer uso de um dispositivo eletrônico como um computador ou smartphone com conexão à internet, é possível acessar o sistema da empresa, assim como seus dados de qualquer lugar.

As principais soluções em automação na nuvem

Trazer melhorias para a rotina das empresas é a principal solução que a automação na nuvem oferece. Isto porque ao se utilizar de programas que fazem a gestão de atividades, antes executadas manualmente, a automação proporciona um aumento na produtividade.

A performance e o desempenho dos colaboradores tende a melhorar, porque tarefas tornam-se automáticas. O tempo, que agora sobra, é otimizado e canalizado para funções específicas de cada colaborador.

Conhece a tecnologia Sonywaal 1

3 benefícios da automação para empresas

Empresas que contratam um sistema de gestão na nuvem, geralmente, estão de olho nas seguintes vantagens:

  1. Redução de custos

A implantação de automação na nuvem significa redução de custos de infraestrutura e equipes de TI. Isto porque, sistemas internos de um ambiente de TI completo com servidores precisos possuem um custo muito elevado, tanto de adesão como de manutenção.

Os sistemas em nuvem, geralmente, são custeados através de uma assinatura mensal de uso por usuário. Tais valores são perfeitamente acessíveis, se comparados à uma manutenção de estrutura local.

A redução de custos é proporcionada pelo próprio processo de automação, que flexibiliza a agenda dos colaboradores para exercerem outras atividades.

Lá na frente, isso também coopera para diminuição de gastos com contratações e a formação de equipes enxutas, mas produtivas.

  1. Segurança de dados

Especialistas em segurança da informação são onerosos para a área de tecnologia de uma empresa e a manutenção desse tipo de colaborador pode tornar as operações inviáveis se, por acaso, a empresa não for especializada nesse segmento.

O sistema em nuvem resolve esse problema com o provedor do software, que se torna o responsável pela proteção de dados das empresas.

  1. Minimização de falhas e erros

Atividades desempenhadas repetidamente por seres humanos estão sujeitas a erros e falhas e a automação de processos faz com que o contato de colaboradores com algumas tarefas rotineiras seja minimizado.

A automação em nuvem gera menos retrabalho e evita possíveis prejuízos decorrentes de erros.

Gostou desse conteúdo? Para entender como a Computécnica pode ajudar sua empresa com automação em nuvem, entre agora mesmo em contato.

Veja mais

Artigos relacionados